Edital PGE RJ: vagas para níveis médio e superior!

Edital PGE RJ previsto ainda para 2019! Ultimo concurso foi em 2016!

A PGE do Rio de Janeiro se manifestou recentemente sobre a necessidade da abertura de um novo concurso ainda este ano (2019). Hoje, sabe-se que existe uma falta de mão-de-obra entre os cargos de técnicos processuais (cargos de nível médio), além dos cargos de analistas.

A reforma da previdência foi um fator agravante para a situação do quadro de pessoal do órgão. No atual momento, a PGE RJ estuda um novo concurso para sanar as dificuldades. Em 2016, o órgão havia anunciado uma seleção para cargos de níveis médio e superior, mas o certame não ocorreu,devido a crise financeira do estado.

Naquele ano, chegou-se a formar uma comissão e iniciar um projeto básico, com o contrato da Fundação Carlos Chagas (FCC) . Mas, pouco tempo depois, a seleção foi suspensa e o edital deixou de ser publicado. Há urgência por um novo processo seletivo, pois o último concurso foi realizado há nove anos e hoje existem cerca de 100 vagas desocupadas por profissionais que deixaram seus cargos nos últimos anos.

Segundo o projeto do concurso anunciado em 2016, existem vagas a serem criadas para Técnico Processual, Técnico Contábil e Técnico de Sistemas de Métodos, que exigem nível médio/técnico; e para Analistas nas áreas de Administração, Contabilidade, Análise de Sistemas, Biblioteconomia, Comunicação Social, Medicina, Direito e Engenharia/ Arquitetura, que são de nível superior. Com o concurso retomado, será realizado um novo processo para escolher a banca organizadora.

Utilize o índice abaixo para navegar pela notícia:

Cargos, requisitos e atribuições

Nível médio – Técnico Assistente de Procuradoria

Requisito de escolaridade: Comprovante de Conclusão de Curso de Ensino Médio (antigo 2º grau) ou equivalente, devidamente reconhecido.

Atribuições: Atividades de mediana complexidade, em grau de auxílio, e execução qualificada de tarefas relacionadas com as atividades-meio da Procuradoria Geral do Estado, nas áreas de profissionalização definidas em ato do Procurador-Geral do Estado, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Programador de Computação

Requisito de escolaridade: Comprovante de Conclusão de Curso de Ensino Médio (antigo 2º grau) e especialização na área.

Atribuições: Atividades de natureza especializada que envolvem a confecção, controle, acompanhamento e execução de programas, elaborando a documentação de programas e sistemas, com vistas ao melhor aproveitamento dos recursos computacionais, fornecendo apoio técnico às áreas envolvidas, e ministrando programas de treinamento específicos em sua área de atuação, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico de Contabilidade

Requisito de escolaridade: Comprovante de Conclusão de Curso de Ensino Médio (antigo 2º grau) e especialização na área

Atribuições: Atividades de natureza especializada que envolvem a supervisão, coordenação, orientação e execução de tarefas relativas à contabilidade, escrituração, autorização de despesas e verificação da regularidade de ato ou fato contábil, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Nível superior

Técnico Superior Administrador

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, coordenação, planejamento, execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, compreendendo estudos, pesquisas, análises e projetos sobre administração adjetiva de pessoal, material, orçamento, organização e métodos, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior de Análise Contábil

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem supervisão, planejamento, coordenação, controle e execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, de trabalhos relativos à administração financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria, compreendendo análise, perícia de balanços, cálculos judiciais e laudos periciais contábeis, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior de Análise de Sistemas e Métodos

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, coordenação, planejamento, execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, compreendendo a implantação de projetos de sistemas, definição e avaliação de arquivos, rotinas, programas e sistemas, avaliação de estrutura e de performance de sistemas, definição de padrões e avaliação de documentação de sistemas, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior Bibliotecário

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, coordenação, pesquisa e execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, de trabalhos biblioteconômicos e bibliográficos, objetivando o desenvolvimento e conservação de bibliotecas e seus acervos ou centros de documentação, bem como colocando as informações à disposição dos usuários, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior Médico

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, pesquisa e execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, relativas a trabalhos de assistência técnica na área médica, analisando e elaborando laudos de avaliação e perícias em feitos judiciais, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior de Comunicação Social

Requisito de escolaridade: Diploma de cursos superior de acordo com a especialização.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, pesquisa e execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, relativas a trabalhos de relações públicas, de pesquisas com fins institucionais, de coleta de dados e preparos de informações sobre o órgão para divulgação oficial escrita, falada ou televisada, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

Técnico Superior de Procuradoria

Requisito de escolaridade: Diploma ou Certificado de curso de nível superior de graduação em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação.

Atribuições: Atividades que envolvem criatividade, supervisão, orientação, pesquisa e execução especializada, em grau de maior complexidade, ou execução, sob supervisão superior, de tarefas de natureza acessória e complementar, em apoio à atividade-fim da Procuradoria Geral do Estado, e outras atribuições compatíveis com sua especialização.

A remuneração inicial da PGE RJ para nível médio é de R$ 4.542,42, podendo chegar a R$ 5.676 com titulação. Para nível superior é de R$ 6.382, podendo chegar a R$7 .516. O regime de contratação é o estatutário.

Etapas do Concurso PGE RJ

Segundo o o projeto básico, os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva e, no caso das funções de nível superior, haverá também avaliação de títulos. Serão propostas 60 questões objetivas de Português, Noções de Informática e Noções de Direito Administrativo, Direito Constitucional e Direito Processual para a carreira de técnico.

Já para a analista, haverá 70 questões objetivas de Português e Conhecimentos Específicos. O último concurso da PGE RJ foi realizado em 2009.

Carência de funcionários

A Associação dos Servidores da Procuradoria (Asproerj) trouxe a informação de que existe uma carência de pessoal de em torno de 100 profissionais efetivos. Do total, 40 seriam apenas para técnico processual, cargo com requisito de nível médio completo. Os dados foram passados ao site Folha Dirigida no dia 25 de julho passado. Os cargos vagos são provenientes de aposentadorias, mortes, exonerações e desligamentos em geral. Sem o novo concurso e a possibilidade de chamar aprovados, a Procuradoria tem o quadro de servidores reduzido.

Sobre a PGE RJ

A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ) tem as principais atribuições previstas no artigo 132 da Constituição Federal e no artigo 176 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro. Segundo as leis, a PGE RJ é o órgão central do Sistema Jurídico Estadual, responsável pela representação judicial e consultoria jurídica do Estado do Rio de Janeiro. Supervisiona os serviços jurídicos das administrações direta e indireta, atua no controle interno da legalidade dos atos da Administração Pública e defende judicial e extrajudicialmente os interesses legítimos do Estado.

Detalhes Concurso PGE RJ

Concurso: Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (Concurso PGE RJ)

Banca organizadora: A definir

Cargos: Técnico processual; Técnico contábil; Técnico de sistemas de métodos

Escolaridade: Níveis médio e superior

Número de vagas: A definir

Remuneração: inicial de até R$7.516,00

Situação: AUTORIZADO!

Quer garantir a sua aprovação no concurso PGE RJ? Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros!

Cursos Online para o Concurso PGE RJ

Quer ficar por dentro dos concursos abertos e previstos? Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2019

CONCURSOS 2020

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

WHATSAPP GCO

The post Edital PGE RJ: vagas para níveis médio e superior! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Matéria completa na fonte :: https://blog.grancursosonline.com.br/edital-pge-rj/

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *