Conceito de cesta básica

A ideia de uma cesta básica é usada no campo da economia para nomear um conjunto de produtos e serviços considerados essenciais para a subsistência e o bem-estar dos membros de uma família. Alimentação, saúde, educação e cultura são elementos contemplados na cesta básica.

Em geral, a cesta básica é preparada com o objetivo de estimar os gastos que um núcleo familiar deve fazer para atender às suas necessidades básicas. Caso se calcule que a cesta básica de um país chega aos 500 reais, por exemplo, uma família deve receber rendimentos dessa quantia para suprir suas necessidades. Caso contrário, essa família não poderá acessar bens e serviços fundamentais.

Por vezes, a cesta básica está limitada à alimentação. Neste quadro, refere-se a uma cesta básica de alimentos ou uma cesta básica alimentar – um conjunto de produtos considerados mínimos para atender às necessidades nutricionais de um indivíduo adulto.

A pessoa que não recebe a renda necessária para acessar a cesta básica está abaixo da linha de indigência: isto é, é indigente. Esses sujeitos não dispõem dos recursos financeiros necessários para comprar a comida que precisam para viver. Existem aqueles que podem acessar a cesta básica, mas acabam por ser pobres.

Deve-se notar que os conceitos de cesta básica e cesta básica alimentar são usados para fins estatísticos. Essas estatísticas, por sua vez, podem ser usadas para projetar políticas públicas. Deve-se ter em conta que, como indicadores, eles não nos permitem saber exatamente como as pessoas vivem.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/cesta-basica

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *