Conceito de canela

A árvore da canela, também chamada de caneleira, faz parte do grupo familiar das lauráceas. Nativa do Sri Lanka, pode medir cerca de oito metros, tem flores brancas e dá uma fruta que é uma baga de cor escura.

O termo canela costuma referir-se especificamente à casca dos ramos desta árvore que, quando a epiderme é removida, tem um sabor e aroma característicos. A canela é um ingrediente amplamente utilizado na gastronomia.

A canela pode ser utilizada como pau de canela para dar sabor ou aromatizar uma preparação. Normalmente, e de qualquer maneira, é usada moída em receitas doces. Em muitos países, a canela é usada para fazer arroz doce, uma sobremesa muito popular.

Ao chá de canela, por outro lado, são atribuídas propriedades para trata resfriados e gripe. Com a canela também se faz uma bebida alcoólica conhecida como “canelazo”.

Por causa da semelhança com a cor desta casca, pode-se dizer que um animal é canela. Assim se caracteriza cavalos, cães e outras espécies que exibem uma pelagem de tom marrom.

No Brasil, existe um município chamado Canela. Esta cidade está localizada no estado do Rio Grande do Sul e apresenta atrações turísticas como a cachoeira do Caracol, que fica dentro de uma área protegida.

A província chilena de Choapa, na região de Coquimbo, também tem uma comuna chamada Canela. Na sua área de superfície de quase 2200 km quadrados funcionam vários parques eólicos.

Canela, finalmente, é o nome artístico de Gigliola Zecchin, uma jornalista argentina, radialista, editora e escritora (nascida na Itália) com ampla trajetória profissional.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/canela

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *