Conceito de batistério

Uma palavra grega derivou no latim “baptisterĭu”, que chegou ao português como batistério. Este é o nome do lugar onde a pia batismal está localizada: a pedra ou o recipiente usado na administração do sacramento chamado batismo.

A noção também é usada para nomear diretamente essa pedra e o edifício perto de um templo que, nos tempos antigos, era usado para administrar o batismo.

Para entender o que é um batistério, em resumo, precisamos entender a noção de batismo. Este é o nome dado ao primeiro sacramento que é administrado em numerosas Igrejas cristãs e que marca a entrada daquele que o recebe na comunidade dos fiéis. O batismo consiste geralmente em derramar um pouco de água na cabeça daquele que é batizado.

O batistério, neste contexto, pode ser a pia batismal (o recipiente que contém a água em questão), o setor onde este elemento está localizado ou a construção que é destinada para a realização dos batismos.

No último caso, os batistérios são pequenos templos que geralmente estão localizados próximos aos maiores ou que podem até estar no interior. Até o século XVII eles costumavam ser edifícios independentes, embora mais tarde eles começassem a se integrar nas igrejas.

Um exemplo de batistério é o Batistério de São João, localizado na Piazza del Duomo, na cidade italiana de Florença. Neste lugar, que tem portas de bronze, foi batizado o poeta Dante Alighieri.

O Batistério de São João de Poitiers (França) e o Batistério de Pisa (Itália) são outros batistérios bem conhecidos.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/batisterio

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *