Abundância natural não transforma “bens comuns” em inesgotáveis

“Desenvolvimento sustentável” é o desenvolvimento que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade das gerações futuras de atender às suas necessidades, com dois conceitos relevantes: a “necessidade”, principalmente a necessidade dos pobres do mundo, a que se deve dar priori…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2019-mar-16/ambiente-juridico-abundancia-natural-nao-transforma-bens-comunsem-inesgotaveis

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *