Planejamento de estudos para concursos: 10 principais erros!

Planejamento de estudos para concursos: 10 principais erros!

Todo o bom concurseiro sabe que o planejamento de estudos para concursos é essencial para garantir bons resultados na suas rotinas de preparação. Afinal, apenas assim é possível conciliar a necessidade de estudar uma grande quantidade de conteúdos em pouco tempo com uma boa taxa de assimilação.

E mesmo que o tempo não seja um fator de grande preocupação para você, o planejamento de estudos para concursos ainda é importante para garantir que você renda ao máximo nas suas rotinas de preparação, sem grandes desvios.

Dito tudo isso, fazer um planejamento de estudos para concursos pode ser uma tarefa desafiadora, especialmente se for a sua primeira vez. Pensando em ajudá-lo a evitar as pedras no caminho, isto é, os principais erros na hora de realizar o seu planejamento de estudos, esse artigo foi criado. Acompanhe para saber mais!

Destaques:

Planejamento de estudos para concursos: conheça os 10 principais erros

Em uma aula gratuita no canal de Youtube do Gran Cursos Online, o GranXpert Fernando Mesquita elencou os 10 principais erros que podem ser cometidos na hora de formular o seu primeiro planejamento de estudos para concursos públicos. Saiba mais sobre cada um e como evitá-los abaixo!

1. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: excesso de otimismo

Pois é, você não leu errado. O otimismo pode prejudicar bastante o seu planejamento de estudos para concurso, porque resulta em expectativas irreais. Como assim? Explicamos!

Vamos supor que você decidiu iniciar os seus estudos para concursos públicos hoje. Na hora de separar suas horas livres para estudos, você concluiu que tem exatamente 30 horas brutas. Então é seguro dividir esse valor integral em 5 dias, resultando em 6 horas de estudos por dia e pronto, não é? Seria muito bom se funcionasse assim, mas a aplicação na realidade é um pouco diferente.

O planejamento de estudos para concurso se beneficia bem mais de uma visão realista e objetiva do que a otimista. A principal razão para isso é que você não estará motivado e nem otimista em todos os seus dias de preparação. Assim, algumas dicas para manter o seu planejamento de estudo para concursos realista, são:

  • Planeje menos do que você pode e o que vier a mais é lucro: não tem nada mais frustrante do que chegar com todo o gás para estudar 5 horas e só conseguir cumprir uma. Quando fazemos planejamentos de estudos para concursos com excesso de otimismo, a chance de desanimar logo no início é grande. Analogamente, se você se programou para estudar 2 horas, mas conseguiu estudar 3, a sensação é completamente diferente. Uma boa dica para o início é começar devagar, sem ocupar todo o seu tempo livre. Lembre-se também que a prática do estudo é um hábito e quanto mais gradualmente for introduzida na sua rotina, mais fácil será de manter e eventualmente aumentar.
  • Provas diferentes terão demandas diferentes: nem toda a prova apresenta o mesmo nível de complexidade. Isso quer dizer que um planejamento de estudos para concursos de 8 horas diárias de domingo a domingo pode não ser absolutamente necessário para certames menores, como seleções municipais, por exemplo. O mais importante nessa hora é o bom senso. Para ajudá-lo nessa definição, o GranXpert Fernando Mesquita formulou uma tabela para avaliar a complexidade de certames. Veja:

Como avaliar a complexidade de provas para o seu planejamento de estudos para concursos

Na última coluna, você pode encontrar o número médio de horas para uma boa preparação para cada tipo de certame, auxiliando na construção de planejamento de estudos para concursos mais adequado para cada caso.

  • Seu planejamento de estudos para concursos evolui com você, não se compare: a comparação é uma das coisas mais perigosas na hora de se planejar. Não caia no erro de achar que você precisa se forçar a estudar 6/8 horas por dia logo de início porque você conhece alguém que faz isso. Lembre-se: um planejamento de estudos para concursos que começa mais modesto, mas é constante, é muito mais eficiente do que planejamentos muito longos, esporádicos e irreais.

2. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: não prever imprevistos

A vida é naturalmente recheada de imprevistos e eles naturalmente irão refletir no seu planejamento de estudos para concursos. Isso quer dizer que, por mais organizados que os seus planos sejam, eles não serão perfeitos e infalíveis todos os dias. Assim, uma boa tática para driblar esse dias longe de serem perfeitos, é se planejar para isso também.

Você pode fazer isso produzindo materiais de revisão mais objetivos, que poderão ser lidos rapidamente na sala de espera do médico ou quando você não se sente tão bem para sentar e estudar por longas horas. Outra opção é levar com você o aplicativo de resolução de exercícios do Gran Cursos Questões, para resolver rapidamente alguns itens em uma janela de tempo livre.

Caso seja uma situação onde você realmente não consiga estudar, não se desespere! Revise o seu planejamento de estudos para concursos e faça adequações necessárias posteriormente. Se você estiver estudando com o ciclo de estudos, basta voltar de onde parou normalmente, que as suas rotinas dificilmente sofrerão danos.

3. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: subestimar os conteúdos

Pode ser que, ao ler um edital de concurso público, você se depare com uma matéria que já estudou em algum momento da sua vida e decida deixá-la de fora do seu planejamento de estudos. Cuidado, isso pode ser um grande erro! É algo muito comum especialmente com matérias como Língua Portuguesa, Inglês, Matemática, História, Geografia e Informática.

Já ter estudado uma matéria nunca será um bom argumento para excluí-la completamente do seu planejamento de estudos para concursos. É possível, contudo, que ela apareça com menos frequência, mais focada em revisões e resoluções de exercícios. No entanto, a única maneira de realmente comprovar se você domina a disciplina o suficiente para dedicar menos tempo a ela é por meio da análise do seu percentual de acertos.

Para fazer isso, você pode criar um simulado personalizado na plataforma Gran Cursos Questões, reunindo apenas questões da matéria que pretende avaliar, formuladas pela banca avaliadora do concurso público para o qual você está estudando. Depois de resolver sem realizar consultas, você poderá consultar e avaliar os resultados. Lembre-se: uma matéria só está realmente dominada se você atinge um percentual de acertos constante igual ou maior que 85%!

4. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: prever dias iguais

Seja por imprevistos ou falta de motivação, nem todos os dias de estudos serão iguais e é preciso saber lidar com eles sem se frustrar. Mantenha em mente que nem sempre será possível cumprir a sua meta diária e está tudo bem: você é humano e o mais importante na hora de cumprir o seu planejamento de estudos para concursos é a constância. Busque seguir os seus planos o máximo possível e não desista, mesmo se passar um por período particularmente complicado.

5. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: ignorar as atividades de suporte

Uma bom planejamento de estudos para concursos vai muito além de apenas efetivamente estudar. Isso porque, apesar de poder ser uma grande prioridade, os estudos precisam ser conciliados com outras atividades essenciais de suporte. Aqui não estamos falando do seu trabalho ou outras obrigações inadiáveis e sim aquelas que muitas pessoas podem acabar negligenciando, como: alimentação, sono, atividade física e lazer, por exemplo.

Na ânsia de ser aprovado mais rapidamente, muitos concurseiros podem acabar caindo no erro de achar que está tudo bem sacrificar essas atividades complementarmente, deixando de tomar cuidado de si mesmo apenas para estudar.

No entanto, esse tipo de tática não pode ser mantida muito tempo e, além de prejudicar os seu desempenho nos estudos, também irá prejudicar a sua saúde a longo prazo. Se a sua rotina é muito ocupada, não tem problema estudar menos, mas com qualidade. Lembre-se sempre que o mais importante nisso tudo é a constância e a manutenção da sua saúde. Não dá pra correr uma maratona doente, não é mesmo?

6. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: planejamento não é fixo

Como já mencionamos anteriormente, o seu planejamento de estudos para concursos pode (e deve!) evoluir junto com você. Por meio da realização periódica de simulados, você pode entender a sua evolução de maneira mais concreta e realizar adequações de acordo com cada nova realidade.

7. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: planejamento perfeito não existe

Um planejamento de estudos para concursos raramente nasce perfeito: sempre existirá algum ponto a ser melhorado e isso faz parte. Assim, não se frustre caso o seu plano de estudos não dê certo de primeira. Ao experimentar novas técnicas de aprendizado e organização você poderá encontrar, aos poucos, a melhor maneira de conduzir a sua preparação.

Exatamente por conta dessa etapa de aprendizado e adaptação que o melhor momento para iniciar os seus estudos para concursos públicos é período pré-edital: assim você tem mais tempo para construir o planejamento de estudos para concurso perfeito para você: isto é, não aquele sem falhas, mas aquele que funciona.

8. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: estudo não é apenas consumo de material

Quando falamos em tempo de estudo, muitas pessoas visualizam imediatamente apenas o tempo dedicado à ler PDFS e assistir videoaulas. No entanto, quem já estuda pra concurso há algum tempo sabe que existem outras atividades complementares aos estudos que são essenciais para garantir bons resultados.

Se você chutou resumos, questões de concurso e simulados, então acertou! Um bom planejamento de estudo para concursos é aquele que também separa um tempo para essas atividades. Afinal de contas, se ficarmos dependendo do “fazer quando der tempo”, a chance de não fazermos nunca é muito grande, não é mesmo?

E porque essas atividades são tão importantes? Bem, porque elas transformam o estudo passivo (videoaulas + PDFS) em ativo, fenômeno que já foi muito estudado e comprovado como uma maneira mais eficiente de aprender. Por isso, não fique com medo de colocar a mão na massa!

Ah e outra dica importantíssima: questões e simulados podem ser incluídos no seu planejamento de estudos desde o início, ok? Assim você pode utilizá-los tanto para assimilar novos conteúdos como também ir se acostumando com o tipo de cobrança da banca examinadora.

Onde encontrar questões e simulados para praticar?

No Gran Cursos Questões você encontra milhares de questões comentadas, tanto inéditas quanto já aplicadas em provas de concursos públicos. Na plataforma você também é capaz de gerar seus próprios simulados e acessar o percentual de desempenho em cada um deles. Tudo isso pode ser feito gratuitamente!

Venha fazer o seu cadastro e revolucione seus estudos com o Gran Questões!

9. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: distribuição de disciplinas ao acaso

Uma das maiores dúvidas de concurseiros iniciantes diz respeito à quanto tempo dedicar à cada disciplina. Essa pergunta é relativa e deverá levar em considerar tanto o peso e relevância de cada assunto no edital como também as suas dificuldades particulares.

Quer um exemplo? Se um edital de concurso público elenca com peso 2 todas as questões de Língua Portuguesa, então é ainda mais essencial que você pontue positivamente nesse setor. Assim, essa matéria aparecerá com mais frequência nas suas sessões de estudos. Você também pode, por exemplo, dedicar 1h30 para cada sessão de matéria mais importante.

Dito isso, não é recomendado que as suas sessões de estudo por matéria ultrapassem as 2 horas de duração! Lembre-se que é melhor ver a matéria mais dias da semana do que ficar tempo demais em apenas um tipo de conhecimento.

Saiba mais sobre como realizar a distribuição de tempo no seu cronograma de estudos!

10. Principais erros na hora de fazer seu planejamento de estudos para concursos: não subir de nível com seu cronograma

O processo de estudo para concursos públicos é repleto de diferentes etapas: depois de concluir todo o conteúdo teórico, por exemplo, você não volta e estuda tudo novamente, de maneira integral. Aliás, é costume dizer que no preparo para concursos públicos não se estuda a mesma matéria mais de uma vez. Mas o que isso realmente quer dizer?

Bem, depois de concluir todo o seu planejamento de estudos para concursos inicial (também chamado de fase F1), você deverá passar para a parte F2, que é muito mais focada em revisões e realização de questões de concurso!

Planejamento de estudos para concursos: conteúdo em vídeo

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os 10 principais erros de planejamento de estudo para concursos, que tal conferir o que o GranXpert Fernando Mesquita tem a dizer integralmente sobre o assunto? Confira abaixo!


Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil? Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as novidades do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Matéria completa na fonte :: https://blog.grancursosonline.com.br/planejamento-de-estudos-para-concursos-principais-erros/

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.