Opinião: O direito de adequação do nome à identidade (parte 2)

Continua parte 1
Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça retomou a discussão a respeito da mudança do nome em decorrência de abandono afetivo. No recurso especial nº 1.514.382/DF[9], o relator, o ministro Antônio Carlos Ferreira, analisou o pedido de supressão do prenome “Ana” do nome com…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2022-mai-02/opiniao-direito-adequacao-nome-identidade2

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.