Ofensas coletivas genéricas não impedem condenação por assédio moral

A Confecções de Roupas Seiki Ltda., de São Paulo (SP), foi condenada a pagar R$ 5 mil de indenização a uma assistente que era ofendida pela gerente da loja.
O direito havia sido negado na segunda instância, que entendera que as ofensas ocorriam de forma geral, contra todas as pessoas que traba…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2022-mai-04/ofensas-coletivas-genericas-nao-impedem-condenacao-assedio-moral

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.