Fachin nega suspensão de aplicativo de fretamento de ônibus

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou pedido de suspensão do aplicativo de fretamento colaborativo de ônibus, Buser, que funciona como um Uber do transporte coletivo.
123RFFachin entendeu que não havia elementos que justificassem a suspensão do aplicativo Buser

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2019-mai-13/fachin-nega-suspensao-aplicativo-fretamento-onibus

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *