DF não precisa apresentar plano contra venda de fogos em 30 dias

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, considerou insuficiente o prazo de apenas 30 dias fixado em liminar da Justiça local para que o governo do Distrito Federal apresentasse um plano de fiscalização e apreensão de fogos e artefatos pirotécnicos emissores de ruí…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2022-mai-10/df-nao-apresentar-plano-venda-fogos-30-dias

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.