Conceito de atroz

Atroz, originário da palavra latina “atrox”, é um adjetivo que tem conotações negativas. O primeiro significado mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa refere-se ao que é brutal, sem coração, sanguinário ou cruel.

Por exemplo: “O nazismo foi um regime atroz que torturou e assassinou um grande número de pessoas”, “Crime atroz na Villa San Jacinto: encontraram uma criança decapitada e com marcas rituais no corpo”, “Um incêndio atroz deixa como balanço final oito vítimas fatais”.

O atroz é algo desumano. Embora qualquer homicídio seja terrível, quando o responsável mostra evidências de ira e brutalidade exagerada, o fato pode ser descrito como atroz.

O que, devido às suas características, é enorme e muito grave, também é descrito como atroz: “As inundações são um problema atroz para esta região”, “Os clandestinos chegaram à costa depois de vinte dias à deriva, com queimaduras pelo sol e uma fome atroz”,” Foi uma derrota atroz para o time europeu: caiu 9 para 1 em casa e sofreu a expulsão de quatro jogadores”.

O adjetivo atroz aplica-se, por último, ao que é considerado desagradável ou muito ruim: “A verdade é que tive uma manhã atroz: sofri um acidente de carro, cheguei atrasado ao trabalho e descobri que três clientes passaram para a concorrência”, “A reunião foi atroz e não houve acordo”, “Este filme é atroz, eu não entendo como um cineasta pode pensar em filmar essas cenas.”

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/atroz

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *