Conceito de assíncrono

O adjetivo assíncrono qualifica o que não tem sincronicidade. Este termo (sincronia), por outro lado, refere-se ao que coincide no tempo. Existem, neste contexto, vários elementos que são assíncronos.

Denomina-se de comunicação assíncrona o processo comunicativo que é realizado sem coincidência temporal. Isso significa que o envio e o recebimento de mensagens são separados por um determinado período de tempo.

A correspondência postal é um exemplo de comunicação assíncrona. O remetente (quem escreve e envia a carta) sabe que sua mensagem não será respondida instantaneamente. O receptor (aquele que recebe a carta), por outro lado, também entende que só poderá acessar o conteúdo quando receber fisicamente a correspondência (que é o canal de transmissão da mensagem). Uma pessoa pode escrever uma carta em Portugal e enviá-la em 5 de janeiro daquele país para a Colômbia. O destinatário recebe a carta em 12 de janeiro e lê a mensagem nessa data. É assim que essa comunicação assíncrona se desenvolve.

A exibição de um evento na televisão também pode ser assíncrona quando é feita em diferido. Se um canal de TV registra a ocorrência de um concerto que acontece no sábado, mas o emite na terça-feira seguinte, há uma assincronia. A realização do concerto (sábado) não coincide com a sua exibição televisiva (terça-feira). Por outro lado, se a transmissão tivesse sido realizada ao vivo e em direto, os espectadores teriam a possibilidade de observar as ações enquanto eram desenvolvidas.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/assincrono

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *