Conceito de arquitetura

arquitetura

A arquitetura é a área que se ocupa da projeção e criação de ambientes. Essa técnica, tida também como uma arte, compreende a criação de espaços que possuem a finalidade de receber/acolher variadas atividades dos seres humanos.

Arquitetura é a arte de organizar elementos que integram uma construção

O termo arquitetura teve origem no grego arkhitekton, onde se uniu arkhé (que significa “principal”) e tékhton (que significa “construção”). Mas antes que esse termo chegasse até o português ele passou pelo latim, com architectus.

De modo geral, a arquitetura trata-se de como são distribuídos os elementos (ou partes desses) que integram uma construção.

Pode-se falar ainda de arquitetura como as construções antigas e de valor histórico para um país, estado, etc., a exemplo disso pode-se mencionar a arquitetura grega, egípcia e também a romana, onde se tem construções grandiosas, tal como é o caso do Parthenon em Atenas.

Na realidade, quando se fala em arquitetura é inevitável não remeter a essa arte antiga, com construções luxuosas.

Mas pode-se concluir que a arquitetura é a construção com objetivo, ou seja, se tem como ela o foco em organizar um espaço para uma finalidade. E é o arquiteto o profissional especializado nesse tipo de serviço, sendo o mesmo habilitado para tal.

O arquiteto é um profissional formado em arquitetura, devendo para isso fazer um curso de nível superior. No Brasil, é necessário que esse curso seja feira numa instituição de ensino credenciada.

Esse profissional deve usar distintos materiais e técnicas para obter o resultado final que se deseja. Além disso, há normas que devem ser seguidas por esse profissional, que ainda variam segundo o local onde acontecerá a construção.

O arquiteto na arquitetura

conceito de arquitetura
O arquiteto é quem elabora a planta para uma construção

Ao arquiteto são dadas as funções de planejar um projeto arquitetônico (relativo à arquitetura), fazer a organização desse, assim como também fazer a coordenação. Esse profissional deve se preocupar em cuidar do conforto no local e também da funcionalidade e estética do mesmo.

O arquiteto também é quem faz a planta para que os demais profissionais que atuam nessa construção saibam o que deve ser feito, além disso, ele é quem faz a seleção dos materiais que serão utilizados.

Esse profissional deve pensar em fatores como acústica, a parte térmica do local, iluminação, entre outros.

Mas é importante mencionar que o arquiteto possui um trabalho distinto do trabalho do engenheiro civil, já que muitos acabam confundindo esses dois. Enquanto o arquiteto tem seu foco na parte estética e de funcionalidade, o engenheiro mantém seu foco na parte estrutural da obra e o que será usado nessa etapa.

História da arquitetura

A arquitetura é uma arte e técnica que nasce da necessidade de ter espaços mais organizados, melhores distribuídos para uso dos humanos. Além disso, ela nasce para ajudar a suprir a necessidade de adornar esses espaços.

Desse modo, essa arte fez-se crucial para que o homem pudesse organizar ambientes, especialmente os urbanos.

Fala-se que na pré-história o homem já passa a desenvolver técnicas de construção, sendo que nessa época tem-se uma arquitetura que era mais rudimentar, usando pedras e também madeira. Tempos depois o metal foi introduzido nessas construções.

Desde os tempos antigos houveram povos que construíram espaços com distintos propósitos, algumas dessas construções eram pontes, tumbas, templos, entre outras.

A arquitetura possui diferentes estilos, tais como:

– Moderno: esse movimento artístico e cultural teve início no século XX e as construções inspiram-se na Revolução Industrial que estava a despontar, com formas menos complexas e usando geometria, com materiais como vidro e ferro sendo os principais em uso;

– Romana: essa integra as construções da época onde figurava o clássico da arquitetura;

– Contemporânea: esse tipo dá prioridade para a luz natural e também para a integração com o meio ambiente;

– Gótica: foi na baixa Idade Média que esse estilo começou a se tornar popular, tendo as construções fachadas com três arcos, abóbadas, arcos ogivais, etc.

Sobre a arquitetura grega e a romana

Quando se fala em arquitetura antiga, a grega e a romana são as mais conhecidas. E essas duas quase sempre são mencionadas juntas devido a grandiosidade com a qual foram elaboradas.

Tanto a arquitetura grega quanto a romana ainda se destacam por serem de caráter público. Mas enquanto a primeira teve início a partir do século VIII a.C., a arquitetura romana se deu em II a.C. Assim, a arquitetura romana se inspira na grega e é por isso que essas duas parecem tão próximas.

Mas entre essas duas as principais diferenças se devam, por exemplo, o material usado para a construção, pois enquanto a grega fazia uso de mármore, pedras e madeira, na romana os materiais em uso eram alguns como areia, gesso e madeira.

Arquitetura medieval

Houve a chamada arquitetura medieval que se desenvolveu a partir do século V, tendo essa se fundamentado em estilos como o romântico, o gótico, também no visigótico, no mourisca, entre outros. E como exemplo de construções da arquitetura medieval há as igrejas e também castelos.

O símbolo da arquitetura

Do mesmo modo que há, por exemplo, o símbolo da medicina e da advocacia, há também o símbolo da arquitetura. Esse símbolo é composto por um esquadro e um compasso (ambos instrumentos usados pelo arquiteto) e diz que a composição desse símbolo cria algo que representa o céu e a Terra.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/arquitetura

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.