Conceito de antigo

antigo

Antigo é um termo que pode designar diferentes elementos. Mas ele sempre terá o sentido de algo ou alguém que existe ou existiu há bastante tempo.

Um objeto pode ser antigo, assim como um sentimento ou pessoa

O termo é originário do latim e pode ainda se referir a alguma coisa que se conservou por bastante tempo, por exemplo: um acordo antigo, um contrato antigo, um quadro antigo, entre outras coisas.

Podemos falar também de filmes antigos, geralmente da década de 50 ou 60 (1950 ou 1960), sendo mais filmes em preto e branco (apesar de já haverem alguns filmes em cores nessas épocas).

Se uma pessoa possui um livro que foi publicado em 1920, por exemplo, podemos falar que esse livro é antigo (muito antigo). Mas se há uma pessoa num determinado ano e ela possui um livro que foi lançado no ano anterior a esse, então esse não pode ser reconhecido como um livro antigo.

Mesmo que no exemplo acima seja claro quando podemos classificar algo como antigo, não há um padrão a ser seguido quanto a partir de quantos anos algo pode ser considerado antigo. Mas, no geral, coisas que tenham mais de 50 anos podem ser assim consideradas. E, ainda, esses objetos costumam ser difíceis de serem encontrados (alguns considerados raros).

Ainda, podemos também falar sobre jogos antigos e nesse caso os que são assim considerados não precisam ter 50 ou 60 anos, mas quando um jogo já possui mais de 10 anos ele já é considerado por muitos como um jogo antigo, por exemplo.

Antigo (aplicado a pessoas)

conceito de antigo
É também comum chamar as pessoas mais velhas de antigos (geralmente avós, bisavós, etc.)

É comum também o uso do termo para referir-se a alguém bem mais velho, tais como os avós. Nesse caso, há frases como: “do mesmo modo que faziam os antigos” ou “os antigos tinham o costume de se alimentar com produtos vindos direto da terra, com frutas e legumes mais frescos”.

Posto isso, pode ser que esse antigo esteja vivo ainda ou tenha vivido há bastante tempo. Logo, tal como dito, antigo pode ser aquele que vive ou que viveu bastante tempo.

E podemos usar como exemplo aqui também os chamados “antigos egípcios”, que eram uma civilização pertencente ao Antigo Oriente. Esses viviam em cabanas que eram construídas em lugares altos, a fim de protegerem-se das enchentes e das tempestades de areia também.

Antigo Egito

É conhecido como Antigo Egito o local que se localizava ao extremo norte da África, uma civilização constituída por diversos clãs, os quais se dividiam em grupos que atuavam de maneira independente. Os grupos que eram formados ali eram conhecidos como “monos”, mas tempos depois eles se uniriam para compor o reino do Baixo Egito e o reino do Alto Egito.

O modo como essa sociedade se organizava permitia que a mesma estivesse sempre em constante expansão.

Antigo Regime

Período onde o governo era centralizado com o poder concedido para um monarca, com o rei ou um imperador sendo visto como alguém sagrado. Apesar desse regime ser mais remetido à França, vindo antes da Revolução Francesa.

Quando esse regime existiu, a sociedade na França era composta por distintos estados: a nobreza, a burguesia e o clero (religiosos, os sacerdotes).

Uma curiosidade sobre esse regime é que muitos reis eram vistos como pessoas que poderiam prover a cura para diversas enfermidades apenas se eles tocassem no indivíduo. Acreditava-se que o poder que o monarca exercia era algo dado pelo próprio Deus, por isso muitos viam-no como essa figura sagrada e poderosa.

Posto isso, a política desse Antigo Regime era fundamentada no absolutismo. E mesmo existindo uma assembleia que fazia a reunião dos estados, ela apenas acontecia quando o rei assim o queria.

Já a divisão desse regime acontecia por meio de estados, como citado, onde esses eram dispostos entre: nobreza, clero, burguesia e camponeses. Os burgueses e os camponeses eram os que tinham que pagar impostos, mas a nobreza e o clero se isentavam disso.

Outras aplicações do termo “antigo”

Quando um programa de televisão muda de apresentador ou um filme ou série troca de ator, pode-se classificar o anterior como “antigo”, mas aqui não com o sentido de ser velho, senão com o sentido de anterior, por exemplo:

– O antigo apresentador daquele programa agora trabalha numa nova emissora;

– Na reunião que aconteceu ano passado, trouxeram até mesmo os antigos atores da série para um bate-papo com o público.

Podemos também, com esse mesmo sentido, tomarmos como exemplo um profissional de uma empresa que foi precedido por um novo, por exemplo: o antigo gerente da empresa, o antigo presidente daquela organização, etc.

Por fim, ainda falamos em algo não concreto que se conservou por bastante tempo: um antigo sentimento de amor que alguém nutre por uma pessoa, uma antiga rixa que possa existir entre duas ou mais pessoas (como dois políticos, por exemplo) ou, ainda, um antigo desamor, etc.

Matéria completa na fonte :: https://conceito.de/antigo

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.