Boa-fé subjetiva não isenta banco em operações sem aval do cliente

O princípio da boa-fé contratual subjetiva não afasta a responsabilidade do banco por danos causados ao cliente no caso de operações bancárias não autorizadas.
Banco tem a responsabilidade de fornecer informações claras ao consumidor sobre investimentos, disse Salomão
Sandra Fado
Assi…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2019-mai-16/boa-fe-subjetiva-nao-isenta-banco-operacoes-aval-cliente

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *