Banco de horas do trabalhador: acordo individual ou coletivo

A reforma trabalhista, introduzida pela Lei 13.467/17, eliminou a dúvida de que empregados e empregadores poderiam celebrar acordo individual para compensação de jornada de trabalho por meio de banco de horas, excluindo assim o teor da Súmula 85 do TST, que restringia a hipótese apenas a acordos …

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2018-jul-13/reflexoes-trabalhistas-banco-horas-trabalhador-acordo-individual-ou-coletivo

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *