Advogado multado nega abandono de sessão e aponta arbítrio de juíza

“Eu, como advogado, não pude deixar que o arbítrio, a vontade pessoal, o subjetivismo e a moralidade da juíza se sobressaíssem à ausência de lei ou portaria”. A declaração é de Anderson Alexandrino Campos, ao justificar o fato de ter se retirado do plenário do júri do qual participava, após a pre…

Matéria completa na fonte :: https://www.conjur.com.br/2022-abr-27/advogado-multado-nega-abandono-sessao-aponta-arbitrio-juiza

      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.